segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Feliz Natal!

feliz natal - Recados Para Orkut

domingo, 16 de novembro de 2008

Compromisso Precioso

Compromisso Precioso (A Vow to Cherish) é uma estória de amor comovente entre um marido e sua esposa que enfrenta uma doença devastadora, o mal de Alzheimer. John Brighton é desafiado a manter seu compromisso precioso à Ellen na saúde e na doença, na alegria e na tristeza.

Este filme mostra a importância de viver segundo os princípios e a vontade de Deus, e como encontrar respostas nos momentos mais angustiantes. Estrelando Barbara Babcock, Ken Howard and Ossie Davis.

Este filme deveria ser assistido por aqueles que desejam reafirmar o compromisso com seu cônjuge, com sua família, e principalmente com nosso Deus.

O filme está dividido em 10 partes. Assista abaixo a primeira parte. As demais podem ser encontradas no YouTube.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

O Poder da Escolha


"Muitos indagam: 'Como devo eu fazer a entrega do próprio eu a Deus?' Desejais entregar-vos a Ele, mas sois faltos de poder moral, escravos da dúvida e dirigidos pelos hábitos de vossa vida de pecado. Vossas promessas e resoluções são como a palavra escrita na areia. Não podeis dominar os pensamentos, os impulsos, as afeições. O conhecimento de vossas promessas violadas e dos votos não cumpridos, enfraquece a confiança em vossa própria sinceridade, levando-vos a julgar que Deus não vos pode aceitar: mas não precisais desesperar. O que deveis compreender é a verdadeira força de vontade. Esta é o poder que governa a natureza do homem, o poder da decisão ou de escolha. Tudo depende da reta ação da vontade. O poder da escolha deu-o Deus ao homem; a ele compete exercê-lo. Não podeis mudar vosso coração, não podeis por vós mesmos consagrar a Deus as vossas afeições; mas podeis escolher servi-lo. Podeis dar-Lhe a vossa vontade; Ele então operará em vós o querer e o efetuar, segundo a Sua vontade. Desse modo toda a vossa natureza será levada sob o domínio do Espírito de Cristo; vossas afeições centralizar-se-ão nEle; vossos pensamentos estarão em harmonia com Ele.

"Mediante o conveniente exercício da vontade, pode operar-se em vossa vida uma mudança completa. Entregando a Cristo o vosso querer, aliai-vos com o poder que está acima de todos os principados e potestades. Tereis força do alto para estar firmes e, assim, pela constante entrega a Deus, sereis habilitados a viver a nova vida, a vida da fé."

Caminho a Cristo, capítulo 5, págs. 43-48.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A Pequena Grande Missionária

"... porque Jesus está voltando, Ele está mostrando os sinais, profecias, isso tudo já está se cumprindo. Se não fizermos nossa parte agora, se quiser fazer amanhã, talvez não dê mais tempo."

Andressa Duarte Barragana
A Pequena Grande Heroína e Missionária de Cristo

Assista o vídeo até o final. É muito comovente.



terça-feira, 4 de novembro de 2008


"Os que põem toda a armadura de Deus e devotam algum tempo cada dia à meditação, oração e estudo das Escrituras estarão em ligação com o Céu e terão uma influência salvadora, transformadora sobre os que os cercam. Pensamentos elevados, nobres aspirações, claras percepções da verdade e dever para com Deus, serão seus. Ansiarão por pureza, luz, amor, por todas as graças do novo nascimento."

Testemunhos para a Igreja, vol. 5, págs. 112 e 113.


segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O Senhor ia Adiante

O Senhor ia adiante deles... Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite. Êxodo 13:21, 22.

"Vamos tirar uma promessa bíblica da caixinha e pensar nela durante a semana toda, até o próximo culto de pôr-do-sol", sugeriu minha família naquele entardecer de sexta-feira.

O texto que tirei foi Êxodo 13:21 e 22. Achei aquilo muito estranho: não via como um texto relacionado com os israelitas no deserto pudesse aplicar-se à minha vida hoje.

Na manhã seguinte, minha filha de dez anos de idade me mostrou suas mãos, que estavam cobertas com manchas vermelhas. Ela deve ter dormido em cima delas, foi meu primeiro pensamento. Nada com que me preocupar. Enquanto a ajudava a preparar-se para a escola, notei que seus pés também apresentavam pintas vermelhas. Primeiro as mãos, agora os pés. A essa altura fiquei preocupada.

Peguei livros e comecei a ler acerca de doenças infantis. Todos os sintomas indicavam rubéola. Como eu estava grávida de três meses, de gêmeos, comecei a me desesperar. Exatamente agora, no terceiro mês de gravidez! Por que não antes? Por que não depois? pensei.

Imediatamente procurei cuidado médico. "Precisaremos esperar 15 dias pelo resultado dos seus exames. Tudo indica que é rubéola, mas não se preocupe com a sua filha; ela ficará bem. Minha preocupação é com a senhora e a sua condição", declarou o médico. Isso apenas aumentou meu desespero.

Lembrei-me de muitas histórias de mães que haviam contraído rubéola durante a gravidez. As crianças nasceram com deficiências, algumas de audição, outras de visão. No meu caso haveria dois bebês. Foi então que me lembrei do verso bíblico que eu havia tirado da caixinha de promessas no culto de pôr-do-sol da semana anterior. Naquele momento eu não havia entendido a mensagem de Deus para mim, mas as coisas agora se tornavam claras. Comecei a ver o cuidado que Deus tivera para com os filhos de Israel num deserto tão distante, e esse mesmo Deus continuava igualmente cuidadoso hoje. Agarrei Sua mão e clamei a Ele dia e noite. Louvado seja o Senhor que cuida de cada uma de nós!

Eu tivera contato com o vírus da rubéola; o vírus, porém, fora vencido e não contraí a doença.

Isabel Cristina de Almeida Machado

Meditação da Mulher 2008

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A Bíblia


A Bíblia têm:
66 Livros
O autor é Deus.
Já foi traduzida em mais de 1.500 línguas e dialetos.
Escrita num período aproximado de 1.600 anos.
39 livros no Velho Testamento.
27 no Novo Testamento.
Cerca de quarenta pessoas escreveram a Bíblia em um período de 1600 anos aproximadamente.

Ela foi escrita em três línguas originais: Hebraico – Aramaico – Grego.


Ela tem:
1189 capítulos
31.102 versículos
773.693 palavras
3.566.480 letras


Alguns símbolos usados na Bíblia:

Apocalipse 13:1

Besta • Mar • 7 Cabeças • 10 Chifres.

Apocalipse 7:14

Anjos • 4 Ventos • 4 Cantos da Terra.

Apocalipse 12:1

Mulher vestida de sol • Lua debaixo dos pés • Coroa de 12 estrelas.



conhecendo alguns destes símbolos proféticos:

Animal = Rei ou reino (Daniel 7:17 e 23)

Aguas = povos (Apoc. 17:15)

Apocalipse =Revelação (apoc.1:1)

Cordeiro = Jesus(João 1:29)

Cauda = Falso Profeta (Isaias 9:15)

Chifre = poder, rei ou reino (Apoc. 17:12)

Dragão = Diabo (Apoc.12:9)

Tempos = Anos ( Daniel 11:13)

Ventos = guerras (Jer. 51:1-5)

1 dia = 1 ano (Ezeq. 4: 6e 7, Números 14:34)

Estrelas = Mensageiros (Apoc. 12:4, Daniel 12:3)

Mulher = igreja (Efésios 5:23 - 32)

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Perdão e Salvação


1. Tendo o homem perdido a vida eterna, pela desobediência a Deus, para que fim veio Jesus Cristo ao mundo?

“Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores dos quais eu sou o principal”. I Timóteo 1:15

2. De que forma demonstrou Deus, o Pai, seu amor pelos pecadores?

“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê, não pereça mas tenha a vida eterna”. João 3:16

3. Em lugar de quem sofreu Cristo tão cruelmente?

“Verdadeiramente Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si...Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades.
O castigo que nos traz a paz estava sobre Ele e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos andávamos desgarrados como ovelhas: cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniqüidade de todos nós”. Isaías 53:4-6

4. Uma vez que Cristo morreu pelos pecadores, qual é a parte que toca ao pecador se deseja perdão de toda a sua iniqüidade?

“E tirando-os para fora, disse: Senhores que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo tu e tua casa”. Atos 16: 30 e 31

5. Além de ter fé na morte expiatória de Cristo, o que Deus requer do transgressor?

“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para que sejam apagados os vossos pecados e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor”. Atos 3:19

6. De quantos pecados somos purificados pelo sangue de Jesus?
“ Mas se andarmos na luz como Ele na luz está, termos comunhão, uns com os outros e o sangue de Jesus seu filho, nos purifica de todo o pecado”. I João 1:7

7. Além de muitos outros pecados existentes, cite alguns que nos excluem do céu:

“Porque as obras da carne são manifestas as quais são: Prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias; e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas, não herdarão o reino de Deus”. Gálatas 5:19-21

8. O que Deus faz com todos os pecados por Ele perdoados?
“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões, por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro”. Isaías 43:25
“Tornará a apiedar-se de nós e subjugará, as nossas iniqüidades e lançará todos os pecados nas profundezas do mar”. Miquéias 7:19

9. Uma vez perdoado por Cristo, como deve o pecador mostrar seu amor por Ele?
“Se me amardes guardareis os meus mandamentos”. João 14:15

10. Que recurso é oferecido ao filho de Deus, caso caia em outro pecado, depois de perdoado?

“Meus filhinhos estas coisas escrevo para que não pequeis; e se alguém pecar temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo o justo”. I João 2:1

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Viva com Esperança


O link abaixo é da Revista “Viva com Esperança” em seu formato digital. A leitura do conteúdo dessa revista pode mudar a sua vida.

http://issuu.com/esperanca1/docs/esperanca?mode=embed&documentId=080722205715-5e4a99781d394b80b385cfbc735b8f07&pageNumber=1&layout=grey

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Impossibilidade Humana


E será que, antes que clamem, Eu responderei; estando eles ainda falando, Eu os ouvirei. Isaías 65:24.

Minha irmã retornava de uma viagem com alguns amigos. Depois do almoço, enquanto ela dormia no assento traseiro do carro, este foi repentinamente atingido por um pedaço de pneu que entrou pelo pára-brisa, atingiu o ombro do passageiro ao lado do motorista, bateu na testa da minha irmã, derrubou o apoio de cabeça e passou pela janela de trás antes de desaparecer ao longo da rodovia – tudo numa questão de segundos.

Os viajantes logo receberam atendimento de emergência e foram levados a uma cidade próxima. Minha irmã precisou ser levada para uma cidade maior, onde o hospital fosse mais bem equipado para fazer a cirurgia que seus ferimentos graves exigiam. Essa transferência se realizou devido à intervenção de uma enfermeira cristã que prestou os primeiros cuidados aos ferimentos e dirigiu o caso de minha irmã a outro hospital.

A equipe médica se admirou por minha irmã ter sobrevivido aos ferimentos, e durante a cirurgia os médicos simplesmente se referiam a ela como “a paciente”, porque não queriam pronunciar o nome dela, Óbida, que fazia lembrar a palavra “óbito” (falecimento, em português). Depois de dez horas, fecharam o crânio dela e disseram que não havia nada mais a se fazer. Se tivéssemos fé, disseram eles, aquela seria a hora de pedir que nosso Deus agisse com misericórdia para com minha irmã.

Naquele dia uma grande corrente de oração se estendeu pelo Brasil, bem como no exterior. A equipe médica havia predito que ela permaneceria na unidade de terapia intensiva por três meses, e depois passaria mais seis meses no hospital. Somente a essa altura saberíamos que seqüelas haveria. Teríamos de aprender como cuidar dela.

Mas o Senhor tinha outros planos. Cinco dias depois, ela saiu da unidade de terapia intensiva e dois dias mais tarde os médicos vieram despedir-se dela, porque estava recebendo alta do hospital. A maneira como olhavam para ela e a alegria dos seus sorrisos nos fizeram entender que eles realmente sentiam que estavam olhando para um milagre. Nós a trouxemos para casa, em São Paulo, e depois de um mês de repouso ela retornou ao trabalho.Temos a alegria de servir a um Deus maravilhoso!

Odnar Lima dos Reis
Meditação da Mulher 2008

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Rosas e Espinhos


A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira. Provérbios 15:1, NVI.

Ultimamente tenho trabalhado bastante com rosas, o que é lindo porque elas estão entre minhas flores favoritas. Invariavelmente, quando trabalho com flores, lembro-me de pessoas. As rosas são muito bonitas, e nos dias de hoje há variedades cultivadas de modo que não tenham espinhos. Seus caules são retos e lisos. Por outro lado, algumas têm pequenos espinhos afiados, enquanto outras ainda têm grandes farpas que cortam as mãos e causam uma dor aguda.

Anos atrás, a maioria das pessoas que faziam arranjos de flores possuía um pequeno instrumento que podia ser esfregado no caule de uma rosa e removia todos os espinhos, deixando o caule bem liso, fácil de ser manuseado. Infelizmente se descobriu que essa remoção dos espinhos prejudicava a flor e lhe abreviava a vida. Hoje em dia somos aconselhados a simplesmente cortar a extremidade do espinho. Assim, embora o espinho permaneça, a ponta aguda é removida, a flor não se danifica, pode ser mais facilmente manuseada e permite que lhe apreciemos a beleza. De modo semelhante, éramos aconselhados a martelar caules lenhosos, para que assimilassem água mais facilmente. Agora se provou que esse tratamento era duro demais e que os caules se danificavam.

Às vezes encontramos pessoas espinhosas, com as quais é difícil trabalhar. Podemos ter filhos que nos complicam a vida. A tentação é tentar mudá-los, “cortar” as partes que achamos difíceis. Por vezes, uma disciplina rígida parece a única maneira de conseguir com que as pessoas entendam. O problema é que nesse processo podemos danificar-lhes a essência. Em vez de melhorar a situação, nós a pioramos. Talvez tenhamos de aprender uma lição com a rosa, tentando suavizar as extremidades agudas, conservando ao mesmo tempo seus singulares atributos. Em vez de martelá-los, devemos fazer um discreto corte.

Como aconselha o Sábio, usar palavras bondosas em vez de ásperas desvia a ira, e, ao aplicar uma disciplina gentil, invariavelmente extrairemos o melhor das pessoas. Todas somos flores no jardim de Deus. Com freqüência tem Ele precisado remover espinhos da minha vida, mas isso foi sempre feito ternamente e com amor. Assim, se você encontrar hoje uma “rosa” com espinhos, trate-a com gentileza!

Audrey Balderst
Meditação da Mulher 2008

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Poder no Sangue


Estes são os que vieram da grande tribulação e lavaram as suas vestes e as alvejaram no sangue do Cordeiro. Apocalipse 7:14, NVI.

Era só um lance de escadas e eu carregava apenas uma valise, mas quando cheguei ao topo sabia que estava a ponto de desmaiar. Também sabia por que me sentia desfalecida: perda de sangue. Depois de alguns minutos minha mente começou a clarear e senti que podia continuar caminhando. Precisava chegar ao portão de embarque para tomar o vôo para casa e consultar meu médico a fim de saber o que estava acontecendo.

O aeroporto Charles de Gaulle em Paris é enorme, e enquanto caminhava senti uma sede incrível. Parei num quiosque. “Quanto custa a água?” O preço parecia exorbitante, mas alegremente juntei os euros. Mais tarde fiquei sabendo que eu estava com tanta sede porque entraria em choque.

Eu estivera num vôo noturno para a África quando de repente começou uma hemorragia com quantidades impressionantes de sangue. Quando o avião pousou, abortei meu itinerário e procurei socorro médico. Depois de examinar alternativas de tratamento, decidi tentar voltar para casa. Mas isso não foi fácil, e quando cheguei a Paris já haviam se passado mais de 35 horas e meu cólon ainda sangrava. Continuei tomando água e suco de laranja e tive a confiança de que Deus me ajudaria a chegar à minha casa.

E cheguei. Mas precisei ser hospitalizada na unidade de terapia intensiva e receber sete unidades de sangue antes de poder circular por aí de novo. E ah! como passei a apreciar ainda mais o sangue!

As Escrituras nos dizem que sem sangue não há vida, nem vida eterna, nem esperança. Essa lição começa no Jardim do Éden, com a morte do primeiro cordeiro. O derramamento de sangue continuou por meio de Abel, Abraão e adiante, no serviço do santuário no deserto. Os serviços no santuário e nos templos construídos por Salomão e Herodes eram sangrentos. Sangue por toda parte! Milhões de cabritos, ovelhas, touros e pombas sacrificados até que o sistema culminou na morte de Jesus. Ele derramou Seu sangue por mim. Por você.

Ah, como sou grata pelo sangue – o sangue que outros deram para minhas transfusões e, mais importante, o sangue de Jesus! É pelo sangue do Cordeiro que podemos vencer e sobreviver cada dia (Apocalipse 12:11, NVI); e é pelo sangue do Cordeiro que nossos pecados são perdoados e nós somos redimidas (Apocalipse 5:9). “Há poder, sim, força sem igual só no sangue de Jesus.”

Ardis Dick Stenbakken
Meditação da Mulher 2008

terça-feira, 8 de julho de 2008

Almoço Milagroso


Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão. Salmo 37:25.

As tão aguardadas férias de julho chegaram. Mal podíamos esperar para mudar nossa rotina de trabalho e de aulas no colégio. Durante as férias faríamos um tipo diferente de trabalho – vender livros religiosos e sobre saúde. A renda com a venda dos livros nos manteria durante o semestre seguinte e nos permitiria pagar o curso de Teologia que meu esposo estava fazendo.

Num domingo fomos convidados a ir a uma cidade vizinha para um delicioso almoço preparado por amigos. Antes de sair, meu esposo decidiu entregar alguns livros que havia vendido. Ele se atrasou ao voltar e perdemos o ônibus. E agora? Precisávamos almoçar.

Tínhamos só um pouco de dinheiro – insuficiente para nossos dois almoços. Mesmo assim, resolvemos ir a um restaurante de comida por quilo. Meu esposo disse que nos deveríamos contentar comendo um pouquinho só, porque tínhamos pouco dinheiro!

Colocamos o alimento no prato e fomos pesá-lo. Quando meu esposo colocou o prato sobre a balança eletrônica, o leitor do peso começou a piscar rapidamente e depois se apagou.

– Você ganhou! Você ganhou! – exclamou a funcionária. – Não leu o anúncio?

– Não – respondeu meu esposo.

A moça explicou que a pessoa que pusesse exatamente 500 gramas no prato teria direito a um quilo de alimento sem pagar!

Naquele dia sentimos a presença de Deus porque uma vez mais tivemos a certeza de que Ele nunca abandona Seus filhos. Ele reservara aquele prêmio para nós num momento em que realmente precisávamos dele. Talvez hoje você não esteja precisando de alimento ou dinheiro. Talvez não seja de vestuário que você precise; mas seja o que for, pode ter certeza de que Jesus sabe e está pronto a dar-lhe o que necessita realmente. É só levar seu pedido a Ele.

Minha oração é que você encontre refúgio em Jesus cada dia, tendo sempre mais certeza de que Ele pode resolver todos os seus problemas.

Walkíria Vespa S. S. Moreira
Meditação da Mulher 2008

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Quem, Eu?


Não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo. Filipenses 3:13, NVI.

Sentada no saguão do Grande Hotel em Cape May, New Jersey, acenando adeus para o último casal, tive de rir sozinha. Depois de um ano inteiro de planejamento, o retiro para casais havia terminado. Foi um sucesso e Deus nos abençoara além das nossas expectativas. Mais importante, Deus me havia usado, algo que nunca considerei possível. Minha mente relembrou meus muitos fracassos e muitas tarefas incompletas ao longo dos anos. Parecia que eu nunca terminava algo que havia iniciado. Depois de algum tempo, aquilo se tornou rotina. Ninguém esperava mais de mim, e por isso era confortável simplesmente desistir e ceder quando as coisas ficavam complicadas. Mal sabia eu que Deus tinha um plano, um plano para extrair o melhor de mim. A Palavra de Deus diz que o Senhor aperfeiçoará tudo o que me diz respeito (Salmo 138:8).

Minha amiga Laurie me havia pedido que a ajudasse a planejar um retiro para casais. Sempre havíamos desejado organizar um, e eu sempre dissera "não", mas relutantemente respondi "sim" desta vez. Afinal, eu sempre podia desistir se as coisas ficassem mais difíceis do que aquilo que eu julgava ser capaz de assumir. Mas Deus iria romper esse ciclo em mim. Com o passar dos meses, e a data final se aproximando, aprendi a orar a respeito de tudo, a buscar a vontade de Deus e a confiar a Ele os problemas, dos maiores aos menores. Tínhamos um orçamento muito apertado e não conseguíamos cobrir as demandas dos gastos e o hotel, o orador, tantas despesas. Assim, começamos a orar e a confiar em Deus. E Deus começou a abrir portas.

A data do retiro se aproximava e não tínhamos um só casal inscrito. Nossos planos pareciam impossíveis. Mas eu havia sido fisgada e tinha chegado até aqui confiando em Deus, e não desistiria!

Deus nos abençoou com os casais e o orador, que era um escritor muito conhecido, palestrante sobre temas de casamento e família. Aprendi que posso todas as coisas em Cristo, que me fortalece.

Avis M. Jackson
Meditação da Mulher 2008

sábado, 31 de maio de 2008

Planeta Terra em trabalho de parto

Quem não fica estarrecido ante a quantidade, diversidade e gravidade de tragédias noticiadas a cada dia na mídia? Terremotos, ciclones, maremotos, guerras, assassinatos... Você já ouviu essa história antes?

Diante de tanta calamidade, os cristãos exclamam: “É o fim do mundo!” Em contraposição, os céticos rebatem: “Que fim de mundo que nada! Sempre houve guerras e terremotos. Há décadas se fala do fim do mundo, e até agora nada...”.

De fato, nada disso é novidade. Por isso é que a Bíblia diz: “Vocês ouvirão falar de guerras e rumores de guerras [...] mas ainda não é o fim. Nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá fomes e terremotos em vários lugares. Tudo isso será o início das dores” (Mateus 24:6-8; ênfase acrescentada).Que dores? Paulo responde: “[...] a destruição virá sobre eles de repente, como as dores de parto à mulher grávida” (1 Tessalonicenses 5:3; ênfase acrescentada).

(Texto de Marily Sales dos Reis, editora assistente da Casa Publicadora Brasileira, responsável pelo blog http://contato-imediato.blogspot.com/)

domingo, 25 de maio de 2008

Testemunho

No vídeo abaixo Cid Moreira fala do livro que despertou sua curiosidade e o levou a conhecer Bíblia.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

A Carteira Perdida

Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. Filipenses 2:4.

Bem cedo naquela manhã de primavera, minha amiga há mais de 45 anos e eu decidimos sair para uma caminhada. Ela viera de Seattle para me visitar e veio preparada com o vestuário apropriado. Depois de uma troca de idéias, concluímos que o melhor lugar para a caminhada seria o terreno do mercado popular ao ar livre, localizado a uns 16 quilômetros da minha casa. Embarcamos no meu velho Cadillac 1982 e partimos para uma alegre aventura.

Em poucos minutos, as solas dos nossos calçados estavam sobre o rústico pavimento do terreno do mercado. Percorremos vigorosamente a área, indo por uma ruazinha e voltando pela outra, até que nossos corpos há muito amadurecidos começaram a reagir aos efeitos do quente sol da Flórida. Era apenas fevereiro, mas o termômetro já marcava seus 25, 26 graus e assim paramos para provar um caldo de cana geladinho. Perambulamos por ali enquanto saboreávamos essa bebida refrescante, deliciando-nos a cada gole.

Não demorou muito para sentirmos novamente o calor, e paramos para descansar numa das barracas de alimento. Minha amiga notou algo no chão – era uma carteira, uma carteira cor de café, com dinheiro dentro.

Decidimos esperar para ver se o proprietário voltaria, procurando a carteira. Depois de alguns minutos, quando ninguém apareceu, fizemos algo em que devíamos ter pensado antes – oramos e pedimos que Deus enviasse o dono. Em menos de cinco minutos apareceu uma mulher, esquadrinhando cuidadosamente a área onde a carteira havia caído.

Essa foi uma resposta direta à nossa oração, o sinal que havíamos combinado. A moça nos olhou e, antes que ela pudesse dizer qualquer coisa, perguntei: – De que cor?

– Café – respondeu ela. Era essa a identificação de que precisávamos. Peguei a carteira e a coloquei nas mãos agradecidas da proprietária. Movida por uma gratidão profunda, ela respondeu: – Graças a Deus!

Quando nos comprometemos a viver para Jesus, vemos que Deus nos providencia oportunidades de testemunho sempre que Ele achar por bem. Assim, devemos estar preparadas para prestar o serviço mais corriqueiro toda vez que surgir uma necessidade, mesmo no ambiente mais comum. E ao serem atendidas as nossas preces, também poderemos exclamar: "Graças a Deus!"

Quilvie G. Mills
Meditação da Mulher 2008

domingo, 11 de maio de 2008

O Elo Materno


Antes que Eu te formasse no ventre materno, Eu te conheci. Jeremias 1:5.

Um artigo numa revista de circulação nacional relatava que as mulheres que dão à luz carregam as células fetais da criança ao longo da vida. Por sua vez, a criança carrega células aleatórias de sua mãe. Essas células são trocadas através da placenta, durante a gestação.

Devido a esse intercâmbio de células, as mães têm uma ligação tangível e vitalícia com as crianças que geraram. E a criança, menino ou menina, tem um verdadeiro elo com sua mãe biológica. Essa descoberta explica as histórias das "velhinhas" acerca de conexões quase telepáticas entre mães e seus filhos. Isso é geralmente explicado por cientistas como o "argumento nutrição/ambiente", em vez de ser um verdadeiro elo, um fato físico.

Psicólogos e sociólogos também atribuem freqüentemente a relação quase telepática entre mães e filhas à "experiência feminina compartilhada". Embora isso possa contribuir para o fenômeno, começa em nível molecular, com células trocadas e intercambiadas. O que ajuda a explicar por que mulheres que sofreram abortos lamentam a perda do feto como se fosse uma pessoa completa.

O fato de que alguns homens carecem de uma firme identificação com seus filhos pode também ser explicado pelo fato de que não passam por esse intercâmbio vitalício de células com sua prole. E é possível que a mulher capaz de abandonar ou matar seus filhos sem remorso não tenha em seu organismo as células intercambiadas – possivelmente através de uma destruição antígena das "células invasoras" fetais.

Fico maravilhada diante do fato de Deus não ter deixado nada ao acaso, diante de quão cabal e completamente cada aspecto da nossa vida foi levado em consideração e preparado nas próprias células do nosso ser. Descobertas como esta dirigem nosso olhar para o alto, em amor e adoração ao nosso Deus amorável e onisciente. Na verdade, "Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu Te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas!" (Salmo 139:13, 14, NVI). "Em secreto fui formado e entretecido" (v. 15, NVI).

Darlenejoan McKibbin Rhine
Esta Meditação da Mulher 2008

sábado, 3 de maio de 2008

O Consolador Chegou


E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco. João 14:16.

Alguma vez você já passou por uma situação na qual parecia não conseguir ar suficiente para os seus pulmões? Como enfermeira formada, já vi situações como essa. Várias vezes atendi pacientes assim, mantendo desimpedidas as vias respiratórias e freqüentemente lhes administrando oxigênio. Já experimentei eu mesma esse problema respiratório específico duas vezes. Só depois de passar pela experiência da inegável "fome de ar" é que se pode realmente entender o que se sente.

Assim foi há pouco tempo, quando comecei a apresentar de novo um problema respiratório. Por alguns dias eu parecia estar dando conta dele, mas de alguma forma as noites parecem piorar qualquer problema com o qual convivo durante o dia. Numa noite em particular me senti muito cansada, tentando acabar todas as tarefas cotidianas à mão. Então o Espírito Santo me impressionou a deixar as tarefas e recolher-me ao leito. Preparei-me e me deitei.

Nem dez minutos mais tarde, descobri que estava tendo dificuldade, e a "fome de ar" me levava a levantar com freqüência, deixando-me totalmente exausta. Estava a ponto de chorar quando senti o próprio Jesus curvando-Se sobre mim. Parecia que Ele também estava querendo chorar. Então ouvi o Consolador falando: "Não sou o tipo de Deus que vai embora quando você está doente. Estou com você; você ficará bem. Mas amanhã, vá ver seu médico." Reconfortada, acomodei-me e caí no sono.

Antes de partir deste mundo, Jesus prometeu aos Seus discípulos que não os deixaria sem conforto. Prometeu enviar a terceira Pessoa da Divindade, o Espírito Santo como Consolador. Sei que a promessa de Jesus, dada há dois mil anos, é igualmente relevante e preciosa aos Seus seguidores hoje. Sei que ela é relevante e preciosa para mim!

À semelhança de Jesus Cristo, devo ser dependente do Pai. Ele me mostrou que tenho o Consolador.

Sou grata a Deus por Seu Filho, que deixou de lado Sua onipresença para vir à Terra por mim. Agradeço-Lhe o exemplo de Seu Filho, que dependia exclusivamente do Pai, e o consolo do Espírito Santo.

Louvo-Te, Pai, por Teu consolo, mesmo quando não me sinto aflita.

Madge S. May
Meditação da Mulher 2008

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Profecias



Assista os programas sobre profecias com o Pastor Mark Finley.
Acesse o site: http://blog.descobrindoasprofecias.com.br/

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Perdoar a Quem?


Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas. Mateus 6:14, 15, NVI.

Perdão é uma palavra fácil de dizer, mas ah! como é difícil de colocar em prática! Às vezes o ódio, a raiva, a amargura e o ressentimento aumentam a ponto de você sentir que vai ser sufocada. "Você não sabe o que fizeram comigo", você insiste. "Você não sabe o que me disseram" ou "como me magoaram" ou, ou, ou – Todos temos uma história para contar.

Mas vale a pena contar? Jesus sabe. Jesus sabe não apenas o que "eles" fizeram ou disseram, mas também o que você disse ou fez. E Ele morreu por todos. Ele ama a pessoa que você não perdoa, tanto quanto ama você. Lembra-se da Oração do Senhor? "Perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores." Deus nos perdoará com a medida que usamos para perdoar aos outros – até aquela pessoa de quem você menos gosta. Essa é uma coisa difícil de ouvir. Mas Ele anseia perdoar-nos – e também que perdoemos aos outros.

Perdoar alguém não significa necessariamente que você deva colocar-se numa situação em que a pessoa possa feri-la novamente (atos têm conseqüências), mas significa relevar a feiúra e tratar essa pessoa como filha do seu Deus, o que ela é.

Ouvi dizer que não perdoar alguém por rancor é como engolir veneno de rato e esperar que o rato morra. Não prejudica o rato; prejudica só você. Permita que Deus abra seus dedos que apertam a pedra do ódio, e deixe que Ele a jogue fora. Não vale a pena apegar-se a ela. Permita que Ele a substitua com a paz que excede todo entendimento – com amor, paz e alegria. Pode não acontecer da noite para o dia, mas acontecerá. E vale a pena apegar-se às coisas com as quais Ele a substitui. Perdoe a si mesma, permita que Deus lhe perdoe e livre-se do espírito rancoroso para com os outros.

Vicki Macomber Redden
Meditação da Mulher 2008

sexta-feira, 11 de abril de 2008

O Patinho Feio

Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque haveremos de vê-Lo como Ele é. 1 João 3:2.

Existe um livro infantil intitulado O Patinho Feio. A história conta de um ovo simples, cinzento, que foi chocado entre seis ovos de pata. Os patos não aceitaram a nova ave, e as galinhas e os perus no terreiro também implicaram com ela.

Finalmente, a ave fugiu e passou a viver sozinha. Não sabia que o lugar dela não era para ser mesmo o terreiro. No inverno ela se congelou, mas veio um velho homem e quebrou o gelo para libertá-la. Certa vez uma mulher a convidou para ficar no seu quintal e botar ovos, mas a enxotou quando viu que era macho e não lhe seria útil.

Então um pai trouxe a grande ave para a casa, a fim de brincar com seus filhos, mas a ave se assustou e derramou uma jarra de leite. Entenderam que não era para ela morar dentro de uma casa. O filhote esperou muito, sem saber que com o passar do tempo estava mudando.

Um dia, voou até um lago onde havia cisnes adultos. Pensou: Eles são bonitos demais para me aceitar, mas talvez me deixem ficar deste lado do lago para admirá-los. Então, ao baixar a cabeça, envergonhado, viu sua imagem refletida na água e se surpreendeu por notar que era igualzinho aos cisnes! Eles nadaram para recebê-lo e saudá-lo como o mais belo de todos.

Essa é a nossa história. Fomos destinados a ser semelhantes a Cristo, mas nascemos num mundo pecaminoso. Fomos criados para viver em comunhão com seres perfeitos. Não temos a aparência correta ou fazemos as coisas certas segundo os padrões do mundo. Às vezes, Deus permite que sejamos apoquentados por pessoas que nos forcem a ir para onde devemos estar. Às vezes, Ele envia ajudantes quando nos encontramos em perigo. Além da aparência, o fato de não fazermos o que outros julgam útil é mais uma razão pela qual somos rejeitados.

Nosso destino não é viver neste mundo pecaminoso, e parece que confundimos as coisas. Cada experiência nos aproxima da pessoa que realmente somos. Ao vivermos a nossa vida, não sabemos que Alguém nos ajuda a lidar com aquilo que ocorre. Não notamos que estamos mudando. Mas um dia, quando Jesus e os anjos chegarem, eles nos receberão, declarando que somos os mais belos de todos por causa da experiência pela qual passamos na Terra.

A promessa finalmente se cumpriu: "Quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele."

Lana Fletcher
Meditação da Mulher 2008

segunda-feira, 31 de março de 2008

Como uma Árvore

Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto. Salmo 1:3.

Alguma vez você já se sentiu uma pessoa sem talentos e sem criatividade? Já ouviu um eloqüente orador, contemplou uma obra de arte, leu um livro inspirador ou ouviu uma canção tocante e se admirou diante da habilidade da pessoa de fazer essas coisas? Muitas vezes, a própria experiência de sermos abençoadas pelos dons dos outros nos faz concentrar-nos em nossa incapacidade de realizar essas mesmas coisas. Ainda que tenhamos consciência de nossos dons, existe a questão de nos compararmos.

É um fato que não somos todas iguais. Nem todas somos criativas no mesmo sentido. Nem todas temos os mesmos dons. Mas uma coisa todas nós temos: talentos. Quando entregamos a vida a Jesus, recebemos pelo menos um talento. E com o uso e exercício, esse talento cresce e se multiplica. Em Cristo, estamos sempre vivendo e crescendo. Na verdade, a Escritura nos descreve como árvores plantadas para vicejar e crescer junto a correntes de águas, onde sempre receberemos nutrição.

Mesmo assim, nem todas produzimos frutos da mesma forma ou ao mesmo tempo ? especialmente não ao mesmo tempo. Como seria monótono se todas as árvores só florescessem ou mostrassem suas cores num único mês do ano! Deus fez as estações para que cada uma repousasse e reunisse forças e nutrição para aquele período em que é a sua vez de brilhar.

Deus é tão bom! Assim como as árvores nos são um lembrete sobre a continuidade da vida, podemos permanecer revigoradas e fortes até durante os meses de inverno da nossa vida. Mesmo quando parece que não estamos contribuindo com nada, na realidade estamos, sim!

Assim como uma florista mistura as simples folhas verdes de uma samambaia ou alguma outra folhagem com as flores num arranjo, há ocasiões em que devemos apenas ser parte da tela de fundo, permitindo a atuação daqueles que estão na sua vez de desabrochar e florescer ainda mais para a causa de Cristo.

O tempo todo, porém, é muito bom saber que sem o suporte daquelas folhagens, o arranjo não exerceria um impacto tão grande. Cada planta é importante. Cada uma de nós é importante também. Deus Se lembrará sempre de onde nos plantou. Nunca Se esquecerá de onde nos colocou em Seu glorioso jardim. Enquanto permanecermos enraizadas na Água da Vida, cresceremos confiantes em que estamos partilhando vida, força e beleza com os que passam pelo nosso caminho.

Emily Felts Jones
Meditação da Mulher 2008

terça-feira, 25 de março de 2008

Preparemo-nos

Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos Céus, nem o Filho, senão somente o Pai. Mateus 24:36, NVI.

Na década de 1980, nosso grupo de moças escolheu uma cidade na qual vender livros religiosos. Minhas três irmãs e eu nos acomodamos numa igreja localizada na área central. A igreja ficava no piso superior, e uma escola funcionava na parte de baixo.

Certa noite, após um cansativo dia de trabalho, nós e outras 20 moças fomos dormir. Durante as primeiras horas da madrugada, fomos despertadas pelo som de passos, coisas sendo arrastadas pelo chão e vozes masculinas, embora não entendêssemos o que estava sendo dito.

Ficamos com medo. A porta não era muito resistente e ouvimos alguém mexendo na maçaneta. Agora estávamos completamente apavoradas, na expectativa do que aconteceria a seguir. E se fossem ladrões? Sabiam eles que havia só moças ali? O que queriam? Parecia que estavam levando o piano e os bancos. Tentariam fazer algo contra nós? Muitas das meninas começaram a chorar enquanto procurávamos acalmar umas às outras e orar constantemente para que Deus nos protegesse.

Finalmente tudo se aquietou. Estávamos exaustas, mas ninguém conseguia dormir. Por fim, quando o novo dia raiou, chegamos a um consenso: devíamos abrir a porta. Afinal de contas, nada nos havia acontecido e teríamos de deixar o quarto em algum momento. Para nossa surpresa, ficamos sabendo que alguns membros da igreja haviam mudado de lugar os móveis do santuário para o funeral de uma senhora idosa. O barulho nada teve que ver com aquilo que havíamos imaginado!

Essa experiência foi muito difícil, mas depois de tudo esclarecido pareceu até divertida. Aprendemos várias lições. Deus, em Sua infinita bondade, protege Seus filhos em todas as situações. Enquanto vendíamos livros, estávamos sendo abençoadas e protegidas por nosso Pai do Céu.

Sabemos que Jesus prometeu retornar um dia, e Sua Palavra nos conta que muitos serão surpreendidos; alguns fugirão e outros clamarão às rochas para que caiam sobre eles a fim de que não Lhe vejam o rosto. Minha oração é que não sejamos tomadas de surpresa com a chegada dAquele a quem aguardamos por tanto tempo. Precisamos estar preparadas para recebê-Lo e ouvi-Lo dizer: "Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" (Mateus 25:34).

Aucely Corrêa Fernandes Chagas
Meditação da Mulher

sexta-feira, 21 de março de 2008

O Melhor Lugar do Mundo

Eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. Mateus 28:20
Certamente o melhor lugar do mundo é aos pés do Salvador. Como todo ser humano, sonhamos com muitas coisas, e o sonho do meu esposo era estudar Teologia e tornar-se pastor. O maior problema era que meu esposo sonhava com isso, mas eu não queria deixar minha cidade natal e ficar longe da minha família, a quem amo muito. Sempre vivi perto deles.

Eu vinha orando a respeito disso por um ano. Pedi a Deus que nos iluminasse o caminho e nos mostrasse a Sua vontade para nossa vida. Senti que Deus abria as portas de tal maneira, que às vezes nem conseguíamos entender. Meu esposo fez o vestibular no Brasil, mas não se qualificou para ingressar no curso. Dentro de uma semana Deus mudou a direção da nossa vida, e fomos para uma universidade no Chile. Deixamos tudo para trás casa, família, parentes, amigos, trabalho e fomos para outro país, buscando realizar o sonho do meu esposo. Uma boa amiga minha disse que, se fosse da vontade de Deus, Ele abriria as portas. Mas se víssemos as portas se fechando, isso aconteceria porque não era a vontade de Deus.

A primeira semana no Chile foi difícil. Tudo era diferente , o idioma e os costumes e chorei porque sentia falta de todo o mundo que havia deixado no Brasil. Queria voltar. Orava constantemente, pedindo de Deus o consolo, porque meu coração estava angustiado e eu só pensava em desistir. Ao mesmo tempo, contudo, pedia de Deus a resposta, porque sabia que a resposta estava com Ele.

Certa manhã, meu esposo saiu para reservar passagens aéreas de volta para o Brasil. Ele se encontrou com a esposa de um pastor que perguntou por mim. Meu esposo lhe contou que eu estava triste, chorava bastante e queria retornar. Ela pediu que ele não comprasse as passagens, queria falar comigo primeiro. Essa conversa foi a resposta que eu precisava de Deus naquele dia. Ela me encorajou muito, deu-me apoio e me contou sua experiência de vida como esposa de pastor. Quando terminamos nossa conversa, ela orou comigo e me senti aliviada.

Um dia cheguei à conclusão de que "o melhor lugar do mundo é aos pés do Salvador". Se O buscamos, se O servimos e se O temos dentro do coração, mesmo que nos encontremos em lugares distantes e longe dos nossos queridos, podemos ser felizes.

Marísia Oliveira H. Carvalho
Meditação da Mulher 2008

quarta-feira, 19 de março de 2008

Perdido

Depois que terminou a comemoração, eles tomaram o caminho de volta para Nazaré, mas Jesus ficou para trás em Jerusalém. ... Não O encontrando, voltaram a Jerusalém para procurá-Lo ali. Lucas 2:43, 45, BV.

Alguma vez você já perdeu seu filho? Se perdeu, vai lembrar-se do medo que tomou conta do seu coração. Minha primeira experiência foi num mercado ao ar livre, quando meus gêmeos tinham dois anos. Assim como na história de Lucas, as crianças andavam entre familiares quando de súbito percebemos que Royce havia sumido. Todos saíram procurando para lá e para cá entre as barraquinhas dos feirantes. Finalmente fui ao portão de entrada para fazer um anúncio ou telefonar para a polícia e ali estava ele, sentado na cabine! Um homem o havia encontrado a um quarteirão dali, tentando atravessar a rua movimentada onde havíamos estacionado nossa van. Sabendo que havia algo errado, o homem o levara de volta para o portão, achando que alguém viria procurá-lo.

Tão assustador quanto perder o próprio filho é perder o filho de outra pessoa! Oito anos mais tarde, quando minha filha tinha uns seis anos, a prima dela, Kelley, veio para ficar alguns dias conosco. Ocorreria a inauguração de uma loja próxima, de modo que fomos cedo, permanecendo na fila para estarmos entre os primeiros a entrar e receber os brindes. Éramos um grupo de três adultos e seis crianças, numa multidão que se acotovelava e empurrava. De repente, notamos que estava faltando a Kelley. Meu coração quase parou. Minha prima me havia confiado sua filha, e eu a havia perdido! Graças a Deus, dentro de minutos meu nome foi chamado pelo sistema de alto-falante e fui buscar Kelley junto ao caixa, a alguns metros dali.

Pode você imaginar o terror de Maria quando percebeu que havia perdido o Filho de Deus? Deus havia confiado a ela, um ser humano, o Seu precioso Filho, e ela O perdera! Pela perspectiva de um coração de mãe, sente você quão longos devem ter parecido aqueles dias até que ela finalmente O encontrasse? E pode você entender por que ela parecia contrariada quando perguntou: "Filho, por que Você fez isso conosco?"

Como seres humanos, Maria e José se envolveram com suas atividades diárias e perderam a Jesus de vista, tanto física quanto espiritualmente. Os tempos não mudaram. Nós perdemos a Jesus de vista quando nossas necessidades inventadas, nossas ambições e responsabilidades nos privam da oração e do tempo para a devoção pessoal. Como aconteceu com Maria e José, requer muito mais tempo e esforço encontrá-Lo de novo do que o necessário para perdê-Lo.

Beth Versteegh Odiyar
Meditação da Mulher 2008

terça-feira, 11 de março de 2008

A Entrada do Pecado


1. Quais são as duas recomendações que Deus fez a Adão quando o colocou no Éden feliz?
“E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e guardar”. Gênesis 2:15 (Leia também Gênesis 1 a 3)

2. Quem veio a este mundo para perturbar a felicidade do homem?
“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações!” Isaías 14:12

3. Porque motivo o anjo Lúcifer transformado em Satanás foi expulso do céu?
“Elevou-se o teu coração por causa de tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor, por terra te lancei.” Ezequiel 28: 17
“E houve batalha no céu: Miguel e seus anjos batalhavam contra o Dragão, e batalhava o Dragão e seus anjos... e foi precipitado o grande Dragão, a antiga serpente chamada o Diabo, e Satanás que engana todo o mundo ele foi precipitado na terra e os seus anjos foram lançados com ele”. Apocalipse 12:7-9

4. Pelo pecado, isto é, pela obediência a Satanás e desobediência a Deus, qual foi a triste sorte do homem?
“O Senhor Deus, pois o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado”. Gênesis 3:23

5. Além de expulso do Paraíso, que outra conseqüência ainda mais triste, trouxe o pecado do homem?
“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, visto que todos pecaram”. Romanos 5:12

6. Quantos homens e mulheres deste mundo pecaram?
“ Porque todos pecaram e destituído estão da glória de Deus”. Romanos 3:23

7. Apesar de Satanás ter levado tudo e todos à miséria, à infelicidade e à morte o que Deus promete fazer?
“Porque, eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão”. Isaías 65:17

8. Qual será a sorte final de Satanás?
“E o Diabo que os enganava foi lançado no lago de fogo e enxofre...” Apocalipse 20:10

9. Tem Deus prazer no pecado e na morte do pecador?
“Disse-lhe: Vivo Eu, diz o Senhor Jeová, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva; convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos...” Ezequiel 33:11

10. Tendo o homem perdido, pelo pecado do Paraíso, a felicidade e a vida eterna, para que fim veio Cristo ao mundo?
“Porque o Filho do homem (Cristo) veio buscar e salvar o que se havia perdido”. Lucas 19:10

segunda-feira, 10 de março de 2008

Ele nos Ouve!

Então vocês clamarão a Mim, virão orar a Mim, e Eu os ouvirei. Jeremias 29:12, NVI.

Quando retornamos de uma longa viagem para visitar nossas filhas que moram em outro estado, saímos da estação rodoviária e tomamos um táxi até nossa casa, num bairro fora da área central. Entregamos ao motorista do táxi três malas e uma sacola. A viagem havia sido longa e cansativa e mal podíamos esperar para estar em casa, desfazer as malas e repousar. Quando saímos do táxi, o motorista fez uma pausa, abriu a porta traseira e nos entregou as três malas.

– O que pode ter acontecido? – perguntamos. – Onde está a sacola de viagem? O senhor colocou as três malas e a sacola no carro, não foi?

– Sim – respondeu ele – mas ao fazermos uma curva ao longo da estrada, a parte de trás se abriu e a sacola deve ter caído.

– Que vamos fazer agora? – perguntei, muito preocupada, tentando pensar em alguma solução.

– Vou voltar para o terminal pelo mesmo caminho que tomamos. Tentarei descobrir o que aconteceu ou ver se a sacola foi encontrada por alguém. A gente conversa de novo em breve – prometeu ele.

Fiquei muito contrariada. Clamei a Deus, porque Ele sabe tudo e pode fazer qualquer coisa, e nós não podíamos fazer nada. No meu pedido, afirmei-Lhe a certeza que tinha acerca de Sua providência.

E o que eu esperava aconteceu. Ele ouviu nossa oração. A sacola foi encontrada e entregue no mesmo dia. Um homem a encontrara ao longo da rodovia e a levara ao ponto de táxi no terminal rodoviário. Graças a Deus, ainda há pessoas conscienciosas hoje em dia! Certamente o Senhor dirigiu aquele homem que espontaneamente levou a sacola ao setor de achados e perdidos da empresa de táxi.

Ajoelhei-me e agradeci ao Senhor por ter cumprido a promessa registrada no texto de hoje: "Então vocês clamarão a Mim, virão orar a Mim, e Eu os ouvirei."

A promessa do Senhor é certa. Ele abençoa os que nEle confiam, e atende às suas orações e súplicas.

Ivonete Viana
Meditação da Mulher 2008

domingo, 9 de março de 2008

Galinhas-d’angolas

E tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.
Mateus 21:22.

Depois que meu esposo se aposentou, decidimos mudar-nos para o campo, onde um dos nossos filhos, professor de uma escola particular, morava com sua linda família. No dia da mudança, quando começamos a descarregar o caminhão que trazia todos os nossos bens terrestres, fomos recebidos por um bando de galinhas-d´angolas. Elas queriam entrar no caminhão e se metiam entre nossos pés, enquanto entrávamos na casa com os caixotes.

Depois de nos havermos instalado na casa já por alguns dias, vimos que haveria uma certa espécie de "diversão". Toda vez que as aves nos ouviam, ou quando ouviam nosso rádio (procurávamos deixar o volume bem baixo), ou sempre que nos vissem, elas vinham correndo com tal estardalhaço que, se estivéssemos ao telefone, não conseguíamos nem ouvir. Bicavam a porta dos fundos implacavelmente ou tentavam empoleirar-se no balanço da varanda da frente. Eu precisava pegar a vassoura e enxotá-las.

Nossos vizinhos davam boas risadas assistindo a tudo isso, e até meu esposo achava a situação engraçada. Assim, resolvi tomar eu mesma alguma iniciativa, já que orar para que fossem embora não parecia estar resolvendo.

Pedi ao meu filho para usar sua arma BB. Bem, não deu certo. Pedi então para usar sua espingarda de ar comprimido. Acho que sou uma covarde, porque não consegui acioná-la. Encontrava-me num dilema quanto ao que fazer. Então tive a idéia. Certamente Deus aprovaria essa.

Fui à casa do nosso filho, onde moram nossas duas queridas netas, de 4 e 7 anos de idade. – Meninas – disse eu – vocês fariam uma coisa para a vovó? Quero que vocês orem e peçam a Jesus que leve as galinhas-d´angolas embora antes que elas deixem a vovó doida. Vocês não querem que a vovó fique maluca, não é? – Elas prometeram orar. E eis que o Senhor levou as galinhas-d´angolas embora. Desde aquele dia não as temos visto ou ouvido.

Eu havia pedido a Jesus que as levasse embora, mas por alguma razão Ele não fez isso por mim. Quando convoquei o auxílio das minhas duas netas, as galinhas-d´angolas sumiram. Concluí que talvez Ele desejasse que as meninas participassem da oração comigo, a fim de poderem ver em primeira mão como Deus responde.

Janet Thornton
Meditação da Mulher 2008

Para receber diariamente a meditação da mulher vc pode se inscrever no site: http://www.advir.com.br/meditacao/meditacaomm_email.asp

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Milagres Acontecem

E quem der a beber, ainda que seja um copo de água fria, a um destes pequeninos, por ser este Meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão. Mateus 10:42.

Em 2003 tive o privilégio de trabalhar como voluntária. O serviço comunitário da igreja local oferece assistência a pessoas carentes da comunidade, e assim enquanto trabalhava lá eu tentava sempre fazer o máximo possível para que as pessoas fossem bem atendidas e saíssem se sentindo confortadas.

Num sábado pela manhã um indivíduo me procurou dizendo que um homem queria falar com a pessoa que trabalhava no serviço assistencial. Eu sabia que o homem havia deixado sua esposa em casa, com um bebê. Ele havia sido presidiário, e ele e sua família passavam fome. Eu me senti mal porque sabia que as prateleiras de estoque de alimentos no serviço comunitário estavam vazias. Não havia nada lá, nem mesmo meio quilo de feijão.

Expliquei-lhe que no momento eu não tinha como ajudá-lo, mas que nos dias seguintes provavelmente haveria algum alimento para distribuir. Quando voltei para fazer o que estivera fazendo, o rosto daquele homem me veio à mente outra vez. Era um rosto que refletia a presença óbvia da fome. Comecei a pensar: Se esse homem e sua família estão passando fome, Deus sabe disso, e Ele sabia que o homem me procuraria. Assim, Deus não permitiria que ele voltasse para casa de mãos vazias e faminto. O Deus que eu conheço não faria isso.

Fui até a despensa do serviço comunitário, com a chave na mão. Orei enquanto ia: Senhor, se esse homem está realmente precisando de comida, Tu, Senhor, já sabes disso, e tenho certeza de que já providenciaste algo para ele.

No estoque de alimentos encontrei duas sacolas com tudo o que o homem precisava. Agradeci a Deus e fui à casa do homem, dizendo: "Deus enviou um pouco de alimento para vocês!"

Graças Te dou, Senhor, pelas pessoas que se prontificam a aliviar a fome de outras. Muito obrigada por me dares a alegria de ver o sorriso de gratidão desses Teus filhos.

Tânia Micol S. Bartalini
Meditação da Mulher 2008

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Virada do Avesso

Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos Céus. Mateus 18:19.

"Minha vida virou completamente do avesso desde que comecei a assistir à reunião de oração!" deixou escapar Catarina enquanto me olhava de lado e dava seu agradável sorriso sem dentes. Eu havia acabado de passar para levá-la à reunião de oração quando ela começou a desfiar um rosário de suas bênçãos.

Não fazia tanto tempo assim que Catarina estivera deprimida e atormentada, ouvindo vozes que ela descrevia como repetindo seus pensamentos em voz alta. Ao contar ao grupo de oração o seu problema, lamentou: "As vozes são muito altas e isso incomoda bastante." Como era nosso costume quando surgia uma necessidade especial, colocamos Catarina no centro de nosso círculo de oração e oramos por livramento da depressão e das vozes.

Catarina vivia num apartamento de porão, parcialmente acabado, mofado, bolorento e escassamente mobiliado. Ali estava outro motivo para orações especiais. Um membro do nosso grupo de oração concluiu que Catarina seria candidata a uma residência num complexo local financiado pelo Departamento Americano de Habitação e Desenvolvimento Urbano, e colocou o nome de Catarina numa lista de espera de futuras vagas. De modo surpreendente, em poucas semanas surgiu um apartamento disponível. Foi muito divertido organizar um chá com a doação de utensílios domésticos e móveis para Catarina, com a ajuda do grupo de oração e de uma classe da Escola Sabatina.

Com as vozes silenciadas e a depressão dominada, e agora morando num aconchegante e simpático apartamento, Catarina reconhece que experimentou em primeira mão o poder transformador da oração.

Interessante notar que o principal foco do grupo de oração era orar pelos pastores, bem como pelos numerosos cartões de pedidos de oração trazidos cada semana. Orar por alguma necessidade dos membros do grupo era um desvio do enfoque, mas passou a ser um enorme fortalecedor da fé no poder da oração. Embora o grupo de oração seja pequeno e composto por pessoas bem diferentes entre si, temos visto respostas espantosas à oração - curas de câncer, empregos conseguidos, recuperação de drogados e, naturalmente, a vida de Catarina virada do avesso.

Infelizmente, as reuniões de oração parecem estar diminuindo. Que bênçãos se perdem quando negligenciamos o poder do grupo de oração! Jesus promete: "Onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, ali estou no meio deles." (Mateus 18:20).

Bonnie Hunt
Meditação da Mulher 2008

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Querido Jesus? Amém!

Você sabe como as Sagradas Escrituras lhe foram ensinadas quando você ainda era bem pequeno; e são elas que o fazem sábio para aceitar a salvação de Deus pela confiança em Cristo Jesus. 2 Timóteo 3:15, BV.

Algum tempo depois do primeiro aniversário da nossa filha, meu esposo e eu começamos a passar por dificuldades financeiras. Havíamos feito um investimento arriscado, mas devido à certeza de que Deus nos dirigia, sobrevivemos um dia de cada vez pela fé nas Suas promessas.

Mais ou menos na mesma época, nossa menininha começou a imitar-nos quando orávamos. Ela se ajoelhava, cruzava as mãos reverentemente e dizia: "Querido Jesus? Amém!" Aquilo nos surpreendia toda vez. Imani fazia a mesma coisa na igreja, e alguns membros se impressionavam com a maneira bonita com que ela aprendia acerca de Jesus.

Mas um dia, quando me senti especialmente desanimada, Imani me ensinou uma lição. Ajoelhou-se ao lado da cama e disse: "Querido Jesus? Amém!" Então deu um salto, bateu palmas para ela mesma como sempre fazia, e saiu. Aí me lembrei: Havíamos colocado a vida nas mãos de Deus e tínhamos prometido cumprir-Lhe a vontade, independentemente do custo. E embora alguns meses fossem mais difíceis que outros, ainda podíamos dizer "Amém!" Todos nós éramos saudáveis, tínhamos três refeições por dia, havia sempre gasolina suficiente no tanque do carro e nossas contas eram pagas – de alguma forma. "Amém!"

Muitas vezes prometemos seguir a direção de Deus, mas quando surgem as dificuldades começamos a duvidar e a nos perguntar se Deus está realmente no comando. Às vezes procuramos pegar nossa vida de volta na esperança de melhorar o futuro, como se isso dependesse de nós. Mas se perseverássemos um pouquinho mais e deixássemos Deus atuar, descobriríamos todas as grandes e poderosas coisas que Ele planejou para nós (Jeremias 33:3), e perceberíamos que Ele realmente não precisa das nossas sugestões sobre como resolver problemas.

Bem que eu gostaria de contar-lhe como esta história terminou, mas ela ainda não chegou ao fim. Continuamos vivendo um dia de cada vez, nossa vida continua nas mãos de Deus, e nós O louvamos e adoramos por tudo o que tem feito e ainda fará. Querido Jesus? Seja o que for que planejaste, amém!

Dinorah Blackman
Meditação da Mulher 2008

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Jesus, o Senhor da Ressurreição

Você tem medo da morte? Alguma vez você já pensou que a morte pode não ser o fim?

Hoje quero falar de Jesus como o Senhor da ressurreição. De alguma maneira todos temos alguma preocupação com a morte. Talvez porque tenhamos algum ente querido, como pai, mãe, ou irmão, filho, ou amigo, que já se foi. Ou simplesmente por medo da morte. Ou ainda por outra razão qualquer.

O assunto está baseado em João 11, onde encontramos a descrição da ressurreição de Lázaro, um grande amigo de Jesus, que residia na cidade de Betânia com suas irmãs Marta e Maria.

O texto diz que Lázaro adoeceu e suas irmãs mandaram chamar a Jesus, mas Ele estava muito longe, de forma que demorou e Lázaro acabou morrendo.

Jesus amava aquela família, quando Lázaro já estava morto, Jesus disse aos seus discípulos que Lázaro estava dormindo, comparando portanto a morte com o sono.

Quando chegaram a Bêtania, Lázaro já havia sido sepultado há 4 dias. As duas irmãs se lançaram aos pés de Jesus com a mesma expressão: "Se estivesses aqui, nosso irmão não teria morrido". João 11: 21 e 32

Jesus então prometeu para elas que o irmão haveria de ressurgir, e elas creram naquela promessa, mas achavam que Jesus estivera falando sobre a grande ressurreição que se dará no último dia por ocasião da sua segunda vinda.

Foi quando então Jesus pronunciou uma das frases mais poderosas do Novo Testamento. Está em João 11:25 e 26 : - "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim ainda que morra viverá. E todo o que vive e crê em mim nunca morrerá eternamente."

Esta promessa enfeita a lápide de muitos túmulos, em muitos lugares por todo o mundo. Está escrita também no túmulo do Lineu, que descansou aos 12 anos de idade, vítima de um acidente automobilistico em frente à igreja que frequentava.

Esta promessa nos dá a certeza de que nossos queridos ressurgirão quando Jesus voltar.
Depois de ter feito esta promessa para Marta e Maria, Jesus quiz saber onde seu amigo fora sepultado.

As irmãs não entendendo disseram - Já se passaram 4 dias e já está cheirando mal. É verdade que depois de morto o homem cheira mal, muito mal.

Talvez deveríamos ser menos orgulhosos, porque não passamos de peças mal cheirosas. Todos somos iguais. Mesmo que alguns façam diferença enquanto vivem, não podem fugir dessa realidade quando morrem.

Se alguém não cuidar de nós quando morrermos, nos tornaremos motivo de escárnio, espanto e compaixão.

Jesus se dirigiu ao túmulo e diz a Bíblia em João 11:35 - "Jesus chorou". Chorou em simpatia para com a família enlutada. Chorou por causa do amigo morto. Chorou porque se identifica com a humanidade sofredora.

Quando um de seus filhos sofre aqui na terra, Jesus sofre a mesma tristeza, a mesma dor. Jesus se compadece de toda criatura humana. Ele está de braços abertos para nos afagar, nos confortar e enxugar nossas lágrimas.

Depois de tudo Jesus mandou que removessem a pedra e clamou com grande voz: "Lázaro, vem para fora". João 11:43

Saiu o que estivera morto, e Jesus mandou que o desatassem e assim se fez porque Lázaro estava enfaixado com um lençol e Jesus então disse: Deixai-o ir.

Que coisa esplendorosa é o poder de Jesus. Jesus é a ressurreição e a vida. Talvez eu esteja falando hoje para pessoas cujo coração está muito triste com a perda do pai, ou da mãe, ou de um filho, ou de qualquer outra pessoa querida. Talvez você esteja sofrendo como sofriam Maria e Marta.

Em março de 1995 eu sepultei o meu pai. Foi talvez a experiência mais triste em toda a minha vida. Nós todos choramos muito, e ainda lembramos dele. Uma profunda saudade toma conta de todo o coração.

Mas a esperança da ressurreição é maior que a nossa saudade. Nossa confiança em Jesus, o Senhor da ressurreição é maior que a nossa dor.

Eu quero hoje enconrajá-lo, animá-lo e confortá-lo, convidando-o a olhar agora pra Jesus. Ele é o autor da vida.

Ele logo voltará. Sua voz poderosa será ouvida por toda extensão da terra. E os mortos no Senhor ressurgirão afinal.

Pensemos no momento glorioso da volta de Jesus.

Quando à semelhança de Lázaro, nossos queridos deixarão o pó. E surgirão com um corpo imortal.

E então poderemos abraçá-los para sempre.

Eu quero louvar a Deus porque Jesus ressuscitou e porque tudo isto só é possível porque Ele ressurgiu.

A ressurreição de Jesus é a certeza da vitória sobre a morte. Pense como deve ter sido de alegria para os discípulos aquela manhã quando Jesus ressuscitou.

É como raiar de um novo dia. Amigos, um dia a noite chega ao fim.

Pr. Neumoel Stina

Para ouvir clique A Voz da Profecia

domingo, 20 de janeiro de 2008

Preparando os Filhos Para Vencer

No programa de hoje, desejamos fornecer aos pais, que são os primeiros responsáveis pelos filhos, informações e orientações que os possam ajudar a edificar caracteres sólidos que os ajudem suportar as enchentes de maldade que assolam nosso planeta nestes últimos dias da história do mundo.

Os pais são os representantes de Deus, e a obra de preparar os filhos tanto para esta vida como para a vida eterna, pertence aos pais. Porque o lar é a primeira escola, e os pais os primeiros professores.

Já nos tempos do Antigo Testamento Deus instruiu os pais de família, dizendo: "Estas palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-se e ao levantar-se. Também as atarás como sinal na tua mão e serão por frontal entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas". Deuteronômio 6:6-9

Mais de mil e quinhentos anos mais tarde, o apóstolo Paulo escreveu: " Pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestações do Senhor." Efésios 6:4
Quando se deve começar a educação?

Na infância evidentemente. Logo que uma criança é capaz de formar uma idéia, deve começar sua educação.

Educação quer dizer o processo pelo qual a criança é instruída, desde o berço à infância, da infância à juventude, e da juventude à maturidade.

A Palavra de Deus recomenda: "Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho, não se desviará dele." Provérbios 22:6

"As lições que a criança aprende durante os primeiros sete anos de vida, tem mais a ver com a formação do seu caráter, que tudo o que ela possa aprender nos anos posteriores." Orientação da Criança, 193.

Na verdade os três primeiros anos são os mais expressivos, daí a importância da companhia da mãe de maneira especial nesta etapa da vida da criança.

Os componentes do relacionamento nos primeiros anos não podem ser supridos por mães substitutas, ou mesmo por creches. O papel desempenhado pela mãe nos primeiros anos tem efeito decisivo sobre a inteligência da criança.

Em resumo: o papel dos pais e principalmente o da mãe, na educação dos filhos, é da mais alta importância e insubstituível.

Que lições devem ser ensinadas aos filhos?

1. A primeira lição que deve ser ensinada à criança é que Deus é o nosso pai. O pai e mãe terrestres, são representantes do Pai celestial. Esta é uma grande responsabilidade que repousa sobre os pais.

Devem ensinar à criança que Deus é amor e que Ele é também a fonte de todo o bem, devem os pais ensinar ao bebê, à criança e ao jovem, o amor de Jesus.

Outro ensino fundamental a ser ensinado é o amor ao próximo. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo é das regras mais importantes da vida.

2. Em segundo lugar deve-se ensinar à criança, as lições de obediência e respeito aos pais, bem como o domínio próprio.

Pais que deixam passar vários anos para depois ensinar aos filhos que devem ser obedientes, estão perdendo a chance de educar, pois depois dos primeiros anos se torna impossível ensinar lições de obediência.

O santo Livro diz: "A criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe. . . Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias à tua alma." Provérbios 29:15 e 17.

3. Em terceiro lugar deve-se ensinar á criança, lições sobre saúde.

A importância de ingerir alimentos saudáveis, em horas certas; o asseio pessoa; o dormir em ambiente ventilado; o evitar o uso de drogas que destroem a saúde, como o fumo o álcool e os tóxicos em geral.

As potencialidades de um criança podem ser incalculáveis. Se os filhos forem bem educados, poderão ser uma alegria para os pais, uma bênção para a comunidade e acima de tudo, honra e glória para Deus.

4. Um outro elemento que deve fazer parte da educação da criança é o espírito de serviço. A criança deve ser estimulada a auxiliar o pai e mãe, estimulada a ser abnegada e dominar-se a si mesmo.

Os nossos filhos são um precioso tesouro que o céu nos confiou.

No Salmo 127:3, A Bíblia diz que os filhos são a herança do Senhor.

Uma grande educadora escreveu o seguinte: "Os pais devem ser a mão humana de Deus, preparando a si mesmos e aos filhos para a vida sem fim. É como se Deus nos dissesse: Eduquem esta criança para mim, a fim de que ela possa um dia brincar nas cortes eternas."

Poderia citar vários exemplos de crianças que foram educadas dentro dos padrões da orientação de Deus. Vamos citar apenas dois exemplos:

a) Moisés - Tornou-se o líder do povo de Deus. Como historiador, poeta, filósofo legislador e líder - excedeu todos o homens da antiguidade.
b) Samuel - Dedicado a Deus desde a concepção. Serviu a Deus nos dias dos primeiros reis de Israel. Tornou-se um grande profeta do Senhor.

Certa vez numa igreja, o ancião chegou ao pastor e propôs um severo castigo para dois meninos que estavam estragando um tapete do tempo.

- Deixe os meninos disse o pastor: Uma polegada de meninos vale mais que quilômetros de tapetes.

Amados pais:
Nosso filhos são preciosos presentes de Deus. São a herança do Senhor.
Como pais, devemos saber que um dia Deus vai perguntar:

"Onde está o rebanho que te foi confiado, o teu lindo rebanho?" Jeremias 13:20. Ou em outras palavras: Onde estão os filhos que eu te dei?

Cada um de nós terá que responder, queiramos ou não.

Permita Deus, que nossa resposta possa ser a que está em Isaías 8.18, "Eis-me aqui, e os filhos que o Senhor me deu."

Repetida em outras palavras em Hebreus 2:13: "Eis aqui eu, e os filhos que Deus me deu."

Logo Jesus voltará a este mundo para reunir a família da terra com família do céu. Cada filho da família terrestre deverá receber as boas vindas no lar de glória.

Permita Deus que todos nós, pais e filhos sejamos recebidos por Jesus quando Ele vier.

O meu grande desejo é que vocês pais possam ser abençoados ao educar. E um dia Deus os recompense com a herança do Senhor.

Pr. Neumoel Stina
Para ouvir clique A Voz da Profecia

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Por Que Jesus Vai Voltar?

Um pai entrou no quarto onde seu filho estava brincando e assentou-se na cama e em silêncio ficou olhando o filho brincar. Depois de alguns momentos o menino olhou para o pai e disse:
- o que você quer papai?
- Nada filho, respondeu o pai, eu só estava precisando ficar perto de você.

Pessoas que se amam não conseguem viver longe, separadas, distantes, pôr muito mais tempo. O amor cria a necessidade de ficar junto com a pessoa amada.

Jesus experimentou os sentimentos do ser humano e sabe o que é ter saudade. Imagino que quando Jesus estava subindo ao céu, após Sua ressurreição, Seu grande coração ficou pequeno e apertado, com a realidade da separação de seus amados. Imagine com que carinho e ternura Jesus pensou ao deixar Sua mãe, Seus irmãos, Seus discípulos e todos aqueles que Ele conheceu e se deixaram ser amados e tocados pôr Ele. Com que ardente desejo, Jesus deve ter dito: "Virei outra vez".

Quando Adão morreu, depois dos seus 930 anos, Jesus também sentiu saudade de ouvir a voz, ver os movimentos, sentir o cheiro de seu primeiro filho terrestre.

Ele tinha tanto desejo de estar com o homem que levou Enoque, o sétimo depois de Adão para ficar junto com Ele. Moisés, Elias e os que ressuscitaram junto com Jesus, foram para a casa do Pai e também representam o que Jesus vai fazer com você e comigo na Sua segunda vinda: levar-nos para estarmos para sempre com Ele.

Por isso O vemos afirmando através do apóstolo João no Apocalipse: "Certamente, venho sem demora" Apoc. 22:20. Jesus virá para buscar os seus filhos. Diz a Bíblia:"Quando vier o filho do homem na Sua majestade e todos os anjos com Ele... então dirá: Vinde benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" Mat. 25:31 e 34.

Quando Jesus vier pela segunda vez, Ele vai ressuscitar os mortos de todos os tempos, que tiveram uma convivência de amor com Ele, para estarem eternamente juntos.

A Palavra do Senhor afirma: "Porquanto o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor" I Tess.4:16 e 17.

Jesus virá para por fim à morte que por tanto tempo reinou soberana na triste trajetória do homem no mundo. Jesus vai por um ponto final na história da dor, da miséria e do sofrimento, história esta contada através dos séculos. "E lhes enxugará dos olhos toda a lágrima, diz o Apocalipse, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque a primeiras coisas passaram"Apoc.21:4.

E Naum 1:9 afirma: "A angústia não se levantará por duas vezes". Nunca mais se ouvirá falar de revolta, decepção, aflição, ansiedade, greve ou injustiça, porque Jesus instalará um reino de justiça e paz.

"Nós porém, diz São Pedro, segundo Sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça". II Ped. 3:13. A volta de Jesus garante uma nova vida de plenitude, isenta de qualquer vestígio do mal.

Quando Jesus vier, além do encontro com Ele, o céu vai promover o reencontro dos séculos, onde filhos, pais, mães, parentes e amigos, se unirão para nunca mais se separar. Os que permanecerem vivos por ocasião da volta de Jesus, abraçarão os queridos ressuscitados, e todos, transformados, serão trasladados para junto do seu amado Senhor.

Nunca mais você vai ouvir falar de saudade. A distância, a morte, a escravidão, a pobreza e a miséria, não vão mais separar as pessoas.

Se nós pudéssemos resumir o porque Jesus vai voltar, diríamos que é porque Ele não aguenta mais viver longe dos filhos que Ele criou para estarem junto dEle. Ele vem para buscar os que são seus. Ele vem para por fim à morte e ao pecado que trás consigo toda a maldição de sofrimento e dor. Ele vem estabelecer justiça para sempre.

Sabe querido amigo, você pertence a Jesus e Ele quer vir pra levar você para estar sempre junto dEle. Nunca mais você vai estar só, abandonado ou perdido.

É uma questão de amor, muito amor, e Ele já provou como e quanto ama você. Sua segunda vinda vai trazer a plenitude de vida e paz pelos séculos dos séculos. Você e todos os que responderem à este amor são o motivo de Jesus voltar. Anime-se Ele já está vindo.

Pr. Neumoel Stina
Para ouvir clique A Voz da Profecia

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

O Remédio Certo - Laodicéia

Último episódio da série Cartas de Uma Ilha Solitária, com o Pr. Mark Finley.









terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Encontre a Porta Aberta - Filadélfia

Sexto episódio da série Cartas de Uma Ilha Solitária, com o Pr. Mark Finley.









segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Uma Mensagem aos Mortos - Sardes

Quinto episódio da série Cartas de Uma Ilha Solitária, com o Pr. Mark Finley.








quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Quando é Hora de Partir - Tiatira

Quarto episódio da série Cartas de Uma Ilha Solitária, com o Pr. Mark Finley.






terça-feira, 8 de janeiro de 2008

O Perigo De Acomodar-se - Pérgamo

Terceiro episódio da série Cartas de Uma Ilha Solitária








segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Olhe para o Horizonte - Esmirna

Segundo episódio da Série Cartas de uma Ilha Solitária.










sábado, 5 de janeiro de 2008

Um Importante Passo para Trás - Éfeso

A partir de hoje vocês acompanharão videos sobre as cartas enviadas para as 7 igrejas do apocalipse apresentado pelo Pr. MarK Finley, autor do livro Cartas de uma Ilha Solitária.









quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

A Palavra de Deus

1. Por que três nomes além da “Bíblia”são conhecidos os Sagrados Escritos dos Santos Profetas e Apóstolos?
a) “mas, respondendo Ele, disse-lhes:”Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a escutam”. São Lucas 8:21
b) ”Disse-lhes Jesus:“Nunca lestes nas Escrituras: Pedra que os edificadores rejeitaram, essa foi posta por cabeça de ângulo?...S. Mateus 21:42
c) “Buscai no Livro do Senhor e lede...”Isaias 34:16

2. Por quem foram inspirados os santos escritores das Sagradas Escrituras?
”Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos falaram inspirados pelo Espírito Santo”. II S. Pedro 1:21

3. Quem falou pela boca de David, servo de Deus?
“O Espírito do Senhor falou por mim e a sua Palavra esteve em minha boca.” II Samuel 23:2

4. Que devem buscar nas Escrituras os que a examinam?
Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”. São João 5:39

5. Para quantas coisas as Santas Escrituras são proveitosas?
“Toda escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar para redargüir para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra”. II Timóteo 3:16-17

6. O que Deus deseja que Sua Palavra seja para nós, neste mundo escuro, cheio de pecado, erro e morte?
“Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra e luz para meu caminho”. Salmos 119:105

7. Por que atitude foram louvados os crentes de Beréia?
“Ora estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a Palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas eram assim”. Atos 17:11

8. Como Jesus censura àqueles que se consideram filhos de Deus mas não conhecem as Escrituras?
“Jesus, porém, respondendo disse-lhes: Errais não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus”. São Mateus 22:29

9. Por quanto tempo subsistirá a Palavra de Deus?
“Seca-se a erva e caem as flores, mas a Palavra de nosso Deus subsiste eternamente”. Isaías 40:8
“O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”. São Mateus 24:35

10. Sobre quem pronuncia Cristo sua bênção?
“Mas Ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a Palavra de Deus e a guardam”. São Lucas 11:28